Este fim de semana foi passado tranquilamente neste resort contemporâneo composto por 61 quartos e 144 suites residenciais. Situado no meio da natureza da península de Tróia e com vistas soberbas para o mar e para a Serra da Arrábida o descanso foi o mote para estes dias.
O Tróia Design Hotel é imponente com as suas varandas onduladas numa fachada que parece querer comunicar com a outra margem através de um sistema de iluminação. Piscina interior, exterior, spa e ginásio fazem parte das mais-valias deste hotel. Os restaurantes e o lounge bar partilham com todos os outros espaços o design e requinte constante em todo o hotel.

Com projecto de arquitectura e de interiores desenvolvido pelo Promontório Arquitectos este projecto trata-se de uma renovação ao edifício desenhado nos anos 60 pelo arquitecto português Conceição Silva. Os materiais usados na arquitectura original continuaram presentes, vidro, betão e cromados convivem agora paralelamente com madeiras e lacados.

De salientar que o Restaurante Blue&Green, o Restaurante Salinas e o Bar-Discoteca NYX são da autoria de FSSMGN arquitectos lda - Fernando Sanchez Salvador Margarida Grácio Nunes arquitectos que sem dúvida fizeram um excelente trabalho!


Os interiores são de design contemporâneo reflectindo ambientes sofisticados, clean, confortáveis e apelativos.

A fluidez dos espaços permite contemplar o design que se respira aquando da entrada no hotel.


 
 
 
Espalhadas pelo hotel existem algumas peças de design. A primeira peça é da designer Joana Vasconcelos e intitula-se “Sandália Cinderela”. No restaurante B&G as paredes estão ornamentadas com quadros de Pedro Cabrita Reis.
 

Uma característica diferenciadora do Tróia Design Hotel é o design dos quartos e suites. As divisórias da zona de banho são em vidro permitindo desta forma uma sensação de maior extensão do quarto dando o protagonismo à paisagem natural que nos invade a divisão. O ambiente é sofisticado, minimalista, baseado na transparência e nos jogos de luz. As peças de mobiliário foram quase todas desenhadas propositadamente para o hotel e são realçadas por objectos de design contemporâneo, tais como: Carl Hansen, Flos, Liv'ít, Driad, Vitra, entre outras.



São diversas as tipologias que pode encontrar neste hotel de cinco estrelas, desde o quarto de hotel, minimalista e contemporâneo, às suites residenciais com tipologias variadas, áreas generosas, acabamentos sofisticados e intimistas.

Existe a possibilidade de aquisição de um apartamento neste hotel. Com quatro tipologias e também quatro decorações distintas a escolha não parece ser fácil.

Grand Suite – T3
Três suites divididas por 278 e 298 m2, incluindo a área exterior e a kitchenette, são as tipologias de maior área.


Master Suite – T2
Duas suites, sala de estar e sala de jantar com kitchenette. Nesta tipologia existe a possibilidade de se escolher varandas com e sem jacuzzi. As áreas variam entre 155 e 246 m2.



Premium Suite – T1
Uma suite, sala de estar, sala de jantar com kitchenette e varanda. Estas unidades residenciais apresentam áreas entre 99 e 129 m2.


Deluxe Studio – T0
Uma suite com uma cama de casal divide o mesmo espaço com uma zona de estar e kitchenette. As áreas variam entre os 48 a 80 m2, incluindo área exterior.


Um hotel a visitar tanto em época alta, quando se pode desfrutar das belas praias, como em época baixa onde o descanso impera tão perto de Lisboa.

Imagens: http://www.troiadesignhotel.com/ e Preto-Marfim

2 comentários

  1. interessante blogue, mas temos que fazer uma correcção.
    O Restaurante Blue&Green, o Restaurante Salinas e o Bar-Discoteca NYX são da autoria de FSSMGN arquitectos lda - Fernando Sanchez Salvador Margarida Grácio Nunes arquitectos
    www.fssmgn.com

    fssmgn arquitectos lda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela informação!! Vou já corrigir!

      Eliminar

Instagram